AS PATACOADAS ABSURDAS DE CHAMUSCA

Marcelo Chamusca foi mil anos ao pedir para deixar o comando técnico do Paysandu.
Caé Cunha, auxiliar técnico, e Roger Gouveia, preparador físico, acompanham o técnico, que nunca teve a simpatia da torcida bicolor. E deu motivos…
Chamusca, em seis meses no comando do time de “Suíço”, não conseguiu dá um padrão tático ao time e, em algumas vezes, escalou errado a onzena bicolor, como essa invencionice de Hayner como meia, em detrimento de Jhonnatan, jogador da posição.
Desde 30 de novembro de 2016, em Belém, Chamusca comandou o Papão em 32 jogos: 15 vitórias, 9 empates e 8 derrotas.
Deixou a Curuzu, sem antes cometer um festival de patacoadas surrealistas nos microfones de rádios e TV.
E o pior: ninguém ousou a contestar os festivais de absurdos nonsenses.
“Jhonnatan não sabe jogar de costas. Mandii não está bem fisicamente, porque ele era acostumado a jogar naquele campo de Marabá”, relatou chamusca na coletiva após empate em zero a zero com o Juventude.
Desde quinta-feira, 15, que a diretoria, com medo da fúria da torcida, mudava horário dos treinos do time alviceleste: passou da tarde de quinta para a manhã, e nesta o Leandro Carvalho se ferrou.
E o Chamusca, que não tolera Jhonnatan, Mandii e, por conseguinte, Leandro Carvalho aproveitou o vacilo do atacante reincidente em indisciplinas, e pune o Paysandu num jogo propício às características de Leandro Carvalho.
Rogerinho assume o time até que a diretoria contrate o novo técnico, que não deverá ser Givanildo Oliveira, por já ter encerrado seu ciclo no futebol paraense, e Mazola Jr, que quando técnico bicolor, revelou que na Curuzu havia diretor que “adorava ver pomba de jogador no vestiário”.
Fernando Leite, gerente de futebol do Paysandu, antes do jogo contra o Juventude-RS, revelou ao blogue que Leandro Carvalho foi punido financeiramente pela diretoria bicolor, mas que tem “talento”.
Com Rogerinho comandando o Papão contra o Boa, Leandro Carvalho deve fazer parte do time.
É o que há!

Destaques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>